Meu último vídeo

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Desabafo entediado de uma suspeita de dengue!



 dengue é uma doença grave e que pode matar. Alguns sintomas são: Febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos.

A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti infectado. O mosquito se reproduz em áqua parada e para prevenir não podemos deixar água acumular. 

Explore a pesquisa e aprenda tudo sobre a epidemia e como fazer a prevenção.


DENGUE
Quando uma pessoa é infectada por um dos 4 sorotipos virais, torna-se imune a todos os tipos de vírus durante alguns meses e posteriormente mantém-se imune, pelo resto da vida, ao tipo pelo qual foi infectado. Se voltar a ter dengue, dessa vez um dos outros 3 tipos do vírus, há uma probabilidade maior que a doença seja mais grave que a anterior, mas não é obrigatório que aconteça. Diferente dos pernilongos e muriçocas, o Aedes Aegypti só pica durante o dia, além de transmitir também a febre amarela.

A classificação 1, 2, 3 ou 4 não tem qualquer relação com a gravidade da doença, diz respeito à ordem da descoberta dos vírus. Cerca de 90% dos casos de dengue hemorrágica ocorrem em pessoas anteriormente infectadas por um dos quatro tipos de vírus.

De 3 a 15 dias após a picada os sintomas podem ser: febre alta de início abrupto, mal-estar, anorexia (pouco apetite), cefaleias, dores musculares e nos olhos. Há ainda petéquias (manchas vermelhas na pele) e dores agudas das costas.

Minha Doutora fez o teste do torniquete e em 3 minutos já dava pra ver as petéquias que ficaram bem marcadas durante umas 15 horas no meu braço. Mas só o exame de plaquetas pra ter certeza do diagnóstico.

O tratamento é feito com hidratação. Recomendo muito líquido, para não precisar de soro na veia. E não esqueça que um dos sintomas da desidratação é a diminuição da circulação do sangue, e vai doer pra pegar sua veia na hora do sangue. Um medicamento muito usado na dengue é o paracetamol por suas propriedades analgésicas e antitérmicas, boa tolerância e poucos efeitos colaterais. Analgésicos a base de dipirona devem ser evitados, pois podem diminuir a pressão e causar manchas de pele. E pressão baixa é exatamente o que você não precisa nesse momento! Ácido Acetil-Salicílico é um veneno, pode aumentar o risco de hemorragia.


PREVENÇÃO
Só existe uma maneira de prevenção, e é exatamente o que se fala na mídia (TV, rádio, revista, jornal e internet). Temos que combater o mosquito principalmente na fase dos ovos e larvas.
Ou seja, não deixe acumular água limpa ou mais ou menos limpa em recipientes como pneus, latas, cascos de vidro, etc, mantenha a caixa d’áqua bem fechada. Os ovos ficam grudados na parede do recipiente, então não basta só substituir a água no prato do vaso de planta ou no pote de água do seu cachorro ou gato.


CONCLUSÃO
Os primeiros registros da epidemia ocorreram entre 1851 e 1853, ou seja, o problema é antigo! Já foi solucionado no passado, mas voltou ao Brasil e precisa ser erradicado. Então:
  • não deixe água acumulada sobre a laje;
  • jogar no lixo todo objeto que possa acumular água, como embalagens usadas, potes, latas, copos, garrafas vazias etc;
  • guardar garrafas, para retorno ou reciclagem, emborcadas e em local em que não acumulem água;
  • colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada;
  • não jogar lixo em terrenos baldios;
  • manter o saco de lixo bem fechado e fora do alcance dos animais até o recolhimento pelo serviço de limpeza urbana;
  • manter a caixa d’água completamente fechada para impedir que vire criadouro do mosquito;
  • manter bem tampados tonéis e barris d’água;
  • encher de areia até a borda os pratinhos dos vasos de planta ou lavá-los com escova, água e sabão semanalmente;
  • lavar semanalmente por dentro, com escova e sabão, os tanques utilizados para armazenar água;
  • remover folhas e galhos e tudo o que possa impedir a passagem da água pelas calhas;
  • se você tiver vasos de plantas aquáticas, trocar a água e lavar o vaso, principalmente por dentro, com escova, água e sabão, pelo menos, uma vez por semana;
  • lavar semanalmente, principalmente por dentro, com escova e sabão, os utensílios utilizados para guardar água em casa, como jarras, garrafas, potes, baldes etc.
Quero agradecer a atenção e paciência da minha mãe e do meu pai, a dica da Tânia e uma atenção especial da Dra. Marília Amorim (plantonista no Posto aqui de Porto de Galinhas).

BIBLIOGRAFIA


PS. Amanhã sai o resultado do exame de sangue! Vamos torcer pra eu ficar boa logo e voltar a trabalhar!

Um comentário:

Deixe sua opinião, recado, comentário... Conte o que achou ou simplesmente fale sobre o assunto!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Twitter