Meu último vídeo

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Entenda porque bebês finlandeses dormem em caixas de papelão

Em tempos em que medidas governamentais imediatas como o Bolsa Família levantam polêmicas e discussões acirradas sobre como o Estado deve agir para diminuir a pobreza do seu país, uma iniciativa antiga, que começou há 75 anos na Finlândia, serve para mostrar que o papo de “ensinar a pescar ao invés de dar o peixe” não tem fundamento na maioria dos casos. Lá, todas as mulheres grávidas ganham um kit de maternidade. A caixa do kit, que vem com um colchão do mesmo tamanho e é decorada, também pode ser usada como primeiro berço da criança.

Essa iniciativa começou na década de 30 e foi desenvolvida para dar a todas as crianças um começo de vida igual, independente da classe social. O kit vem com saco de dormir, roupas de inverno, produtos de banho para o bebê, fraldas, roupas de cama e colchão. As mães podem escolher entre receber a caixa ou uma ajuda financeira, que atualmente é de 140 euros (R$ 390), mas 95% optam pela caixa, que vale muito mais. Muitos creditam a queda de mortalidade infantil do País a essa tradição.
 
Diminuição da mortalidade


Inicialmente, o sistema só estava disponível para as famílias de baixa renda. Mas isso mudou em 1949. “A nova lei diz que para receber o kit ou o dinheiro, as gestantes têm que visitar um médico ou uma clínica pré-natal municipal antes do quarto mês de gestação,” disse Heidi Liesivesi, que trabalha no Kela, o Instituto de Seguro Social da Finlândia.

Na década de 1930, a Finlândia era um país pobre e a mortalidade infantil era alta,  65 em 1.000 bebês morriam. No entanto, os números melhoraram rapidamente nas décadas que se seguiram. Mika Gissler, professora do Instituto Nacional para Saúde e Bem-Estar em Helsinque, acredita que o kit de maternidade e os cuidados pré-natal para todas as mulheres introduzidos na década de 1940, um sistema de seguro de saúde nacional e um sistema central da rede hospitalar na década de 1960 foram fundamentais para reverter essa situação.

Unanimidade

E, diferente do que muitos pensam, todas as mães usam o kit, até aquelas que tem melhores condições financeiras. “É fácil saber em que ano os bebês nasceram, porque as roupas do kit mudam um pouco a cada ano. É bom comparar e pensar: ‘Ah, aquele menino nasceu no mesmo ano que o meu’”, diz Titta Vayrynen, de 35 anos, mãe de dois filhos pequenos.

Já para outras famílias, o conteúdo da caixa seria inviável se não fosse gratuito.
“Um relatório publicado recentemente dizia que as mães finlandesas são as mais felizes do mundo e na hora eu pensei na caixa. Somos muito bem cuidados pelo governo, mesmo agora que alguns serviços públicos sofreram pequenos cortes”, diz ela. O conteúdo da caixa mudou muito ao longo dos anos, refletindo a mudança dos tempos.

Via Pragmatistmo Político

10 comentários:

  1. Ju,

    Que coisa mais interessante e bem viável, só um país que se preocupa com a população pode tornar uma coisa dessa possível. Adorei o post e não sabia sobre essa "caixa" e a ajuda, independente do nível social dos pais. Bela informação, obrigado por compartilhar.

    BJos e bom final de semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A melhor parte é que a maioria das mães quer o kit, mesmo tendo grana e podendo não colocar o filho na caixa, elas optam por essa tradição que pelas pesquisas pode ajudar a salvar a vida das crianças de problemas de saúde..

      beiJUs

      Excluir
  2. Olá!
    Ameeei o post e o seu blog!
    Se puder dá uma passadinha no meu e deixa um comentário?
    Meu mundo, Meu quarto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela sua visita, já dei uma passadinha no seu blog e achei muito fofo!!

      beiJUs

      Excluir
  3. great post

    http://losviajesysibaritismosdeauroraboreal.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
  4. eu não sabia desta historia...nunca tinha ouvido falar...
    nuss..acredita q eu ainda não seguia seu blog?Já passei por aqui tantas vezes e ainda não te seguia...desculpa..
    Bom fim de semana! =)

    poquimdemim.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Relaxa querida!!!!
      Inclusive, estou com dificuldade de novo de acessar o seu.. A página começa a carregar e depois fica tudo branco... E já tentei de navegadores diferentes pra ver se estava com algum problema...

      beiJUs

      Excluir
  5. Caramba, dessa eu não sabia. Mas cada cultura um mundo né?
    Beijos!

    senhordoseculo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é.. Pra gente parece estranho, e lá isso é super valorizado e bem visto!!!

      beiJUs

      Excluir

Deixe sua opinião, recado, comentário... Conte o que achou ou simplesmente fale sobre o assunto!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Twitter